Anuncie Grátis

Blog

Desafios da logística no pós pandemia

Desafios da logística no pós pandemia

Neste artigo, vamos abordar os desafios e oportunidades no setor de logística no mundo após o coronavírus. Continue lendo para saber mais.

Durante os primeiros estágios da pandemia, o mercado de logística b2b quase parou. 

Os impactos foram profundos, pois as cadeias de suprimentos foram seriamente interrompidas e novos regulamentos foram introduzidos rapidamente. 

Agora, com o início da jornada para a recuperação, algumas empresas buscam diversificar e realocar suas cadeias de suprimentos para mais próximos.

Enquanto isso, o mercado b2c explodiu à medida que as pessoas presas se voltavam para a Internet para fazer suas compras. 

E não apenas os volumes cresceram. 

O perfil das mercadorias enviadas mudou, com mais consumidores fazendo pedidos até mesmo as maiores compras online. 

Em resposta, as empresas de logística aceleraram suas estratégias de crescimento e desenvolvimento.

Assim, expandindo rapidamente e fazendo investimentos significativos em e-commerce, pessoas e ativos para lidar com a demanda.

Outros desafios da e oportunidades da logística pós pandemia ainda são

Otimizar todos os aspectos das operações

Ainda assim, enquanto as operações se expandiram, as entregas tendem a ser de menor rendimento. 

Há, portanto, pressões ainda mais intensas agora sobre as empresas para encontrar maneiras criativas de melhorar a densidade de entrega e eficiência de custos.

Na verdade, em todas as partes do cenário logístico, todos os tipos de empresas precisam otimizar suas operações – com dados e tecnologias como facilitadores essenciais. 

Ganhar maior visibilidade da cadeia de suprimentos é fundamental, coletando e compartilhando dados para rastrear pacotes em tempo real, do ponto de origem ao destino final. 

Esses dados podem vir de sistemas operacionais e de planejamento de empresas de logística, de sensores em armazéns, em paletes em trânsito e de telemática em caminhões e navios.

Usando dados de sensores

As empresas de logística tornaram-se eficazes na comunicação aos clientes sobre o tempo preciso de chegada e opções para alterar os arranjos de entrega. 

Há mais que pode ser feito para otimizar rotas usando dados. 

Ao obter a visão exata da condição e localização de um pacote em cada estágio, as empresas de logística podem prever qualquer interrupção.

E quando as fontes de dados externas são integradas (sobre tráfego ou clima, por exemplo) junto com o aprendizado de máquina, as rotas podem ser alteradas.

Atendendo ao mercado farmacêutico, por exemplo, as empresas podem utilizar sensores para monitorar a temperatura das embalagens em tempo real.

Se variar além de uma certa tolerância, um alerta pode ser enviado e ações corretivas tomadas, resultando em menos desperdício, menores custos e mais pontualidade nas entregas.

Estes são apenas algumas das transformações que para quais o setor deve se preparar em um futuro próximo.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *